You are not logged in.

#26 2017-08-18 19:39:15

LucFreitas
Member
From: Vila Velha, ES
Registered: 2015-01-25
Posts: 37

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

Interessante. Verifiquei a página mencionada acima e, rapidamente, pude constatar o seguinte:

Países e regiões onde se amarra a classficação às características físicas da via:

Brasil
Brunei
Bulgária
Chile
Geórgia
Alemanha
Coréia do Norte
Coréia do Sul
Lituânia
Marrocos
Espanha
Suécia
China
Turquia
Vietnam

Países e regiões onde não se amarra a classficação às características físicas da via, prevalecendo a hierarquia do uso ou a classificação oficial:

Argentina
Austrália
Áustria
Canadá
China
República Checa
Dinamarca
Estônia
Finlândia
França
Grécia
Hong Kong
Hungria
Islândia
Índia
Indonésia
Irlanda
Itália
Japão
Letônia
Malásia
Nepal
Países Baixos
Nova Zelândia
Noruega
Filipinas
Polônia
Portugal
Romênia
Rússia
Suíça
Liechtenstein
Eslováquia
Eslovênia
Tailândia
Reino Unido
Estados Unidos
Uruguai

Last edited by LucFreitas (2017-08-18 20:11:56)

Offline

#27 2017-08-18 19:44:07

LucFreitas
Member
From: Vila Velha, ES
Registered: 2015-01-25
Posts: 37

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

Voto a favor da reclassificação destas 5 rodovias, tendo em vista sua importância nacional.

Também sou favorável à condução de um estudo mais profundo que busque estabelecer critérios que possam avaliar com melhor exatidão as vias urbanas e rurais, basados não somente em suas características físicas, mas também sua importância local, regional e nacional.

Offline

#28 2017-08-19 06:44:41

portalaventura
Member
Registered: 2015-08-22
Posts: 22
Website

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

Essa é uma proposta que provoca uma alteração significativa na base de dados.
É de se esperar que grandes alterações venham acompanhadas de farta documentação explicando as razões, exemplificando os problemas, etc.

A página wiki (https://wiki.openstreetmap.org/wiki/Pro … 5_BR_%2B_1) que consolida a proposta não tem muito documentação explicando as razões das alterações, nenhum dos motivos apresentados são esmiuçados, por exemplo:
- Porque a subutilização de trunk é um problema?
- Quais são as distorções de hierarquização das maiores rodovias brasileiras?
- Quais os critérios para se estar entre “as maiores rodovias brasileiras”? Um infográfico é suficiente para tal?
- Quais são os problemas resolvidos pelo +1?
- Quais são os problemas causados pelo +1?
- A classificação atual dessas vias está de acordo com tal esquema br2013? Se não estiver, a reclassificação seguindo esse esquema não resolve o que se pretende resolver com o +1?
- Não há exemplificação de problemas com roteamento, que parece ser a maior preocupação, além da renderização dos dados.

Me parece uma proposta com pouca substancia para as alterações que está propondo, especialmente, por estar latente a vontade de se fazer o mesmo com as demais rodovias federais.

Então, não acho que tenha condições de ser votada no momento.

Vejo outras razões:

- Me parece que subverte o principio the truth is on the ground.
- Provoca distorções. Por exemplo: no trecho da BR-116 entre Pelotas/RS e Jaguarão/RS. Se o critério é importância, esse trecho não tem para ser trunk.
- Usa dados inconsistentes. Por exemplo, a BR-101 não existe entre a BR-290 em Osório e Tavares/RS nas proximidades da Lagoa do Peixe. Entre esses dois locais a BR-101 é uma rodovia planejada, não tem traçado definido. Entre esses dois locais existe uma rodovia estadual, chamada RSC-101.


***

A tag network não é usada pelas aplicações que calculam rotas? De certa forma a ‘hierarquia’ entre federal e estadual está presente no OSM. As aplicações poderiam calcular rotas dando preferencia por rodovias com network=BR em detrimento de network=BR:*...

Offline

#29 2017-08-19 15:52:46

fbello
Member
Registered: 2014-07-09
Posts: 87

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

Voto contra. A classificação de vias não é uma coisa banal. Classifico as vias da seguinte forma:

motorway = rodovia duplicada sem cruzamento em nível
trunk = rodovia duplicada com cruzamento em nível
primary = rodovia pavimentada não duplicada em que seja possível ultrapassar um carro parado sem invadir a pista contrária (para isso, a rodovia deve ter duas pistas OU um acostamento largo o suficiente para um carro parar sem trancar o trânsito)
secondary = rodovia pavimentada em que um carro parado na lateral da via atrapalha o transito, fazendo com que seja necessário invadir a outra pista para ultrapassar (ex: pista simples com acostamento de 50cm)

Esses critérios estão ligados diretamente à segurança da via e à sua capacidade de fluxo de veículos. Classificar vias usando como critério apenas o órgão responsável pela sua manutenção não faz sentido.

Offline

#30 2017-08-20 01:56:33

Gerald Weber
Member
From: Belo Horizonte, Brazil
Registered: 2013-05-21
Posts: 115

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

Pelo visto tem gente que considera que a votação é desnecessária:

https://www.openstreetmap.org/changeset/50958002

Offline

#31 2017-08-20 03:09:11

adrianojbr
Member
Registered: 2015-02-23
Posts: 32

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

eu voto a favor.

não vejo essa alteração na classificação como subversão ao princípio "the truth is on the ground", pois mapear rodovias tronco como trunk é fazer a correspondência entre a realidade e o mapa. algumas características físicas apontadas, que impediriam que essas rodovias federais tenham uma posição hierárquica maior em relação a estaduais em melhores condições, devem ser mapeadas com o uso de outras etiquetas (surface, lanes, maxspeed), justamente em atendimento ao princípio citado. se alguma aplicação porventura não reconhece essas outras etiquetas, já sabemos onde está o problema e quem deve resolver. usar classificação de vias para distinguir características físicas pode também ser interpretado como subversão ao mesmo princípio.

Offline

#32 2017-08-20 17:33:59

ze bernardes
Member
From: Livramento de Nossa Senhora/BA
Registered: 2014-04-14
Posts: 15

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

Sou a favor da proposta como inicialmente explicitada nas discussões no telegram, somente para as 5 BRs apontadas como as mais importantes do País"

Offline

#33 2017-08-21 00:07:20

naoliv
Moderator
From: Brasil
Registered: 2013-05-22
Posts: 239
Website

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

Da forma que está, o meu voto é contra.
Parece que ainda tem coisa solta.

O problema é ter no mapa padrão do OSM mais rodovias desenhadas?

Se for esse o problema, aqui https://github.com/gravitystorm/openstr … -152999904 diz:

"The goal of osm-carto is not a map showing roads as prominent as e.g. Google Maps."

Isso daqui é um mapa que usa os dados do OSM (podem conferir em https://www.mapquest.com/ )
wpOyiDn.png

Chega a ser poluído, de tanta rodovia que exibe.
Se o problema é ter rodovias visíveis, isso dá para resolver com um estilo.

O problema é que não existe classificação por hierarquia?

Se for este o problema então vamos aplicar uma classificação estritamente hierárquica em tudo, sem usar qualquer tipo de característica física:

A hierarquia de rodovias no Brasil é:
federal > estadual > municipal

Pode-se gerar:
trunk > primary > secondary para qualquer rodovia

Isso é, de fato, uma representação hierárquica de rodovia, sem utilizar critérios físicos.
Ou algum outro critério qualquer de hierarquia, independente da esfera responsável pela rodovia:

* se interliga estados, é trunk
* se interliga cidades, é primary
* se interliga distritos/vilas/bairros, é secondary

Querem classificar por hierarquia o Brasil ou classificar por "hierarquia" apenas uma exceção de rodovias?

O problema é resolver roteamento?

Que diferença faz a pessoa ir por uma rodovia qualquer asfaltada ou ir por uma BR asfaltada? Faz tanta diferença assim para quem dirige? (pessoalmente eu não acho)
Passar por uma estadual asfaltada é tão pior do que passar por uma federal asfaltada, com o mesmo limite de velocidade?
Existe tanto caso assim de roteamento "incorreto" que manda passar por outra rodovia?

O que acontece quando tiver uma rodovia estadual próxima, com características físicas ligeiramente melhores?
O roteador vai traçar a rota através da federal, por ser de classificação maior, mesmo tendo característica física pior?

Alterar as 5 rodovias para trunk vai resolver todo problema conhecido de roteamento, sem inserir novas falhas?

Muitos falam que a classificação proposta "é apenas a hierarquia; o roteador já tem tem o número de faixas, a superfície, velocidade máxima, etc" mas nenhum roteador trabalha exclusivamente com características físicas.

Desvincular totalmente a classificação das características físicas vai gerar novos tipos de problemas de roteamento.

O objetivo é representar a melhor rodovia da região?

A pessoa ao olhar o mapa deve entender que uma trunk "é o melhor caminho", sem esperar qualquer tipo de garantia de qualidade da rodovia?
Ou seja, se ela utilizar qualquer outra rodovia, irá encontrar características/qualidades inferiores à essa com classificação maior?

Se for isso, esse critério também envolve características físicas.

O objetivo é representar a via de maior importância?

O que qualifica "importância" para essas 5 rodovias?
Escoam maior quantidade de carga? Maior número de veículos? Mais importantes do que outras por causa do que?
Porque são federais? Porque são a únicas opções de interligação entre os locais?
Vamos quantificar "importância" e aplicar em todo o Brasil, sem criar exceções.

Eu não gostaria de ter este tipo de diálogo com qualquer outro mapeador:

— Fulano, porque você alterou a classificação dessa BR pra trunk?
— É que eu vi a outra BR-X como trunk, e alterei essa para ficar igual.
— São só as 5 BRs mais importantes que devem ser trunk. Outras não.
— Mas porque? Essa daqui é importante também.

Já que vai gerar caos, que seja por mudanças que possam ser aplicadas no Brasil todo, sem gerar cada vez mais exceções.

Com os atuais critérios objetivos nós já temos pessoas que mapeiam e alteram as rodovias da forma que bem entendem; com critérios subjetivos e exceções teremos mais distorções (e cada vez mais exceções) ao longo prazo.

Offline

#34 2017-08-21 12:21:43

Thundercel
Member
From: Vila Velha - ES - BRASIL
Registered: 2013-12-17
Posts: 16
Website

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

Não encontrei o excluir para este post

Last edited by Thundercel (2017-08-21 12:56:21)


Marcio Marques Soares - Thundercel
Admin http://gpsinfo.com.br ! http://cocardl.com.br | http://maparadar.com

Offline

#35 2017-08-21 12:45:34

Thundercel
Member
From: Vila Velha - ES - BRASIL
Registered: 2013-12-17
Posts: 16
Website

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

naoliv wrote:

Da forma que está, o meu voto é contra.
Parece que ainda tem coisa solta.

Não vejo por esse lado e continuo votando a favor da proposta porque identifico que toda alteração em padrões antes estabelecidos devem vir aos poucos e não de forma geral.

Na minha opinião, a classificação por características físicas estabelecida em 2013 atentou contra os princípios naturais e culturais de "Leitura de Mapa".

Escala do Mapa

Ainda na escola, iniciando curso para ser aviador, aprendi que existem mapas em diversas escalas e que antes de qualquer tipo de analise deveríamos definir qual escala do mapa era adequada ao nosso objetivo. Naquela época escalas 1:25000 eram adequadas para caminhadas, 1:190000 para navegar e escalas superiores para outros fins e que não exigiam determinados objetos no terreno.

Com a digitalização essa diferenciação de mapas por escala foi facilitada pela simples aplicação do Zoom, onde na medida que se aplica o zoom mais objetos vão aparecendo na área analisada do mapa.

Nesse aspecto de escala (zoom) pode-se observar uma hierarquização no surgimento das classes de vias no mapa OSM. Quanto maior for a classe da via mais cedo ela aparece no mapa ao se aplicar zoom.

Nesse contexto já se pode defender a classificação por importância e não por característica física.

Legenda do Mapa

A maioria dos mapas impressos tem uma legenda ou explicação dos símbolos no próprio mapa. De nada adianta se analisar um mapa sem estar familiarizado com a maneira que o mapa representa os dados, essa é a chave para entender o resto do mapa.

Em geral, os mapas apresentam Linhas que variam em tamanhos, cores e em tracejadas ou cheias. Elas descrevem estradas, que vão de vias a rodovias e tudo que possa haver entre.

Não é por acaso que nos mapas as rodovias federais surgem na legenda como as primeiras e em tom forte na cor vermelha.

1.jpg

Estamos aqui, na minha opinião, iniciando um debate voltado mais para para a facilitação de interpretação do mapa do Brasil no OSM e não podemos deixar de considerar os aspectos culturais de interpretação de mapa ensinados nos bancos escolares.

Características físicas de vias são representadas por tags específicas que podem ser tratadas pelos renderizadores. A característica física, na minha opinião, não pode ser requisito para classificação da via em detrimento da sua importãncia na malha viária, da interpretação daquela via no mapa.

Last edited by Thundercel (2017-08-21 12:56:53)


Marcio Marques Soares - Thundercel
Admin http://gpsinfo.com.br ! http://cocardl.com.br | http://maparadar.com

Offline

#36 2017-08-21 19:06:59

Linhares
Moderator
From: Brasilia
Registered: 2013-06-21
Posts: 260
Website

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

portalaventura wrote:

A tag network não é usada pelas aplicações que calculam rotas? De certa forma a ‘hierarquia’ entre federal e estadual está presente no OSM. As aplicações poderiam calcular rotas dando preferencia por rodovias com network=BR em detrimento de network=BR:*...

Muito interessante! Esta tag ainda não havia sido citada na discussão!

Abraços, Linhares

Offline

#37 2017-08-21 23:03:55

smaprs
Member
From: Brazil/RS
Registered: 2017-08-10
Posts: 62

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

Ao que me parece a proposta original de tags do OSM, isto é, meios de descrever e identificar os objetos, é:

Para tags "highway=*": são tags de "classificação" ou "categorização".
Para colocar em "classes ou categorias", isto é, valores relativos, importância, ou seja, "hierarquia", numa rede viária:  3ªria < 2ªria < 1ªria ...
Considerando que "possa existir" esta importância, e possa ser "verificada", seja por informação vinda de fonte:
oficial; local; "survey", "on the ground"; ou remotamente.
Ou por interpretação de caracterísiticas de uso (estatística de veículos, etc);
ou características físicas (também, mas não numa relação determinística necessária, pois são coisas diferentes);

Para tags "surface=*": são tags de "descrição".
Para "descrever" qualidades físicas. Em si não indicam "hierarquia". "Não" são tags de "classificação" (ou hierarquia) como:  3ªria < 2ªria < 1ªria ...

Ainda existem as tags:
- "maxspeed=*",
- "width=*",
- "sidewalk=*",
- etc...
Onde já se viu embutir "maxspeed" em tag "highway"? E pra quê então existe a tag "maxspeed"?
Não teria que fazer survey em "todas" se velocidade máxima for embutida em "highway" (já que não dá pra ver as placas do satélite)?

Em países onde a rede viária é majoritariamente bem homogênea, como Alemanha, vá lá que se possa supor uma paridade.
Mas são pouquíssimos. E em geral países bem menores que o Brasil.
No Brasil isso não dá certo. Tem-se que dar espaço e prever as muitas exceções que certamente existem.

Categorização/classificação, e descrições variadas, são duas coisas "diferentes".
As tags "descritivas" servem justamente para "complementar" o quer "não pode" ser esgotado em uma tag só como "highway".
E daí se pode fazer "a posteriori" as priorizações que se quiser em aplicativos "derivados".
Mas não subverter a informação original, simplificando-a... ou porque já supomos que teremos preguiça de adicionar outras tags...
Esse seria o mau "jeitinho brasileiro".

Em ambos os casos (classificação e descrição), ainda, os possíveis efeitos no roteamento são "a posteriori", dependem de programação de aplicativos de roteamento, e podem ter inúmeras variações.

Também não conheço tag para adicionar barreiras físicas tipo "barrier=divided" ou coisa parecida. Pode até ser que exista, mas não é necessária para indicar separação física. Pois o mapeamento de ways paralelos sem conexão já basta.

2/3 dos países usam as Tags highway=*  para classificação de importancia, deixando a descrição estritamente física para as Tags surface=*, para o que foram de fato criadas.
1/3 dos países resolveram fazer diferente. Pretendem "embutir" em cima das Tags highway=* distinções físicas, como superfície, separação, acostamento, etc.

Talvez por que de fato se mapeia remotamente estradas, e não é mesmo muito fácil obter bem um registro do surface=* remotamente,
porque muitas vezes esta tag exige mais exame "on the ground".

A informação de "importância" pode ser obtida de várias fontes.
A informação de "qualidades físicas" exige mais verificação em proximidade, "survey", "on the ground".

Quando se pretende "embutir" em cima das Tags highway=* distinções físicas, se misturam as coisas:
tenta-se forçar que a classe ou importância seja regida por tais e tais características físicas. Estabelecer forçadamente uma correspondência entre as tags highway=* e determinadas características físicas exige ainda mais esforço, pois tem que conseguir determiná-las nos objetos. Se se amarra qualidades físicas às tags highway=*, isso significa que somente deveriam ser mapeadas após confirmação exata.

Aí começam a surgir as perguntas:

Se for assim:

-É exatamente isso que se quer? Só as cidades de origem de cada mapeador mapeadas (e olha lá)?
(Mas na prática está tudo mapeado...)
-Não deveríamos somente esperar para mapear aquilo cujas caracterísiticas físicas é confirmado, ou seja, mormente "on the ground"?
-Não deveríamos abandonar definitivamente o mapeamento remoto da maior parte do mundo, em nome da exatidão?
-E na prática, será que este esforço é desejável no OSM?
-E se for cumprido, ele não perverteria ainda mais, por pretender dar como "exato" o que "não era pra ser tão exato", nas tags highway=*?
-E com isso não acaba por subutilizar as tags surface=* e as demais?
-Será que se fez survey ou verificou seguramente todas as "qualidades físicas", tal como exigem os "esquemas a posteriori" de determinações físicas nas tags highway=*?
-Será que na prática não se "supõe" muita classificação?
-Quanto tempo levaria pro mundo estar minimamente mapeado? Qual o real benefício de tentar exatidão a tal ponto? Quais os possíveis prejuízos de se mapear sem exatidão absoluta e imediata?
-O quê se poderia mapear já, e o que depende exclusivamente de confirmação no local e poderia eventualmente ser deixado para posteriores aprofundamentos, sem prejuízo do andamento, sem gerar imobilização?

Certamente não se faz survey em tudo. Fosse assim muito menos das vias do mundo deveriam estar mapeadas.
É isto que se quer? Basta dar uma olhada nas coberturas de tracks de GSP.

Se o objetivo é exatidão inequívoca, estaria o mundo todo fazendo o que não se deveria fazer?
-ou mapeando o que não tem certeza absoluta (é totalmente inválido?);
-ou mapeando para roteador, adicionando especificações físicas com medo de que um roteador se engane.
(sendo que "mapping for the renderer", "mapping for the router", ou "mapping for the...seja lá o que for" são o mesmo procedimento inexato, que subestima o papel
das tags próprias).

Que recursos existem que permitam mapear características separadamente?
-o que se pode obter informação mais facilmente, oficialmente ou remotamente, e pode ser mais ágil?
-o que exige necessariamente informação local, e demanda mais tempo?
-Não existem tags que permitem um e outro?
-É razoável tentar esgotar toda intenção de exatidão em "uma única" tag?

Last edited by smaprs (2017-08-22 12:52:09)

Offline

#38 2017-08-22 00:27:01

smaprs
Member
From: Brazil/RS
Registered: 2017-08-10
Posts: 62

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

O que eu quero dizer é:
Talvez o esquema anterior, tentando colocar características físicas nas tags highway tenha sido útil porque ninguém sabe exatamente o que seriam sobretudo as tags mais "intermediárias": primary, secondary, tertiary, pra cada caso no Brasil. Os extremos, as mais altas, motorway, e trunk (mas essa acabou prejudicada aqui), e as mais baixas, unclasified e residential, são mais fáceis de identificar.

Claro que, por isso, sem alguma orientação, daria  bagunça nestas 1aria.,2a.,3a. ali.
Sobretudo nos meios "urbanos".
Pois no ambiente de vias estaduais e nacionais tem mais dados pra classificar.
E ainda assim dá confusão, justamente porque o problema é que o esquema 2013 amarrou "demais".
Não deixou nenhuma margem para a necessária interpretação da hierarquia conforme a estrutura de cada cidade ou região.
E pouca utilidade pras outras tags físicas.

É claro que não se consegue traduzir a rede viária do Brasil todo em uma tag só.
E ficou um esquema complicado, até pra quem já tem mais experiência em mapear, quanto mais pra novatos.
Tá com uma cara de muito perfeitinha.
Dá a impressão que tem resposta pra tudo. Mas não tem. Não tá funcionando pra tudo.

Precisa urgente chegar a um equilíbrio.
Precisa diminuir, flexibilizar, algumas descrições que estão excessivamente amarradas. Senão vai começar a atrapalhar mais que ajudar.

Que se comece a tentar corrigir algumas destas distorções. Por mim pode ser nestas BR.
Do jeito que tá no esquema 2013 atual não tá 100%.
Problema no Brasil é que se tenta amarrar muita coisa na letra, que nem as leis.
Tá cheio de coisa escrita, mas isso não elimina a necessidade de interpretação e bom senso.
Mesmo que o último falte, escrita não elimina a necessidade de interpretação.

Offline

#39 2017-08-22 02:42:33

smaprs
Member
From: Brazil/RS
Registered: 2017-08-10
Posts: 62

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

fbello wrote:

Voto contra. A classificação de vias não é uma coisa banal.

Justamente, pra evitar banalização, usar uma classificação mais inteligente e menos forçadamente e artificialmente bitolada, como está a atual esquema 2013.

Pois tentar reduzir todas as possibilidades de descrição de uma via exclusivamente com uma só tag (highway), empacotando nesta tag características que deveriam ser descritas com outras tags, não é uma banalização da tag highway para tudo, somado a uma subutilização pouco inteligente das outras tags como surface, e também do value trunk?

Isto é, não é  uma simplificação extremamente forçada, colocar tudo num esquema de quase uma só tag?

Não se perdeu uma gama de possibilidades de descrições?

Isto não foi uma banalização?

Offline

#40 2017-08-22 02:54:13

smaprs
Member
From: Brazil/RS
Registered: 2017-08-10
Posts: 62

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

portalaventura wrote:

- Usa dados inconsistentes. Por exemplo, a BR-101 não existe entre a BR-290 em Osório e Tavares/RS nas proximidades da Lagoa do Peixe.

Alguém imagina reclassificar às cegas?
Foi comentado sobre o extremo sul da 101 que é horrível e de areia, acho q no telegram. Por outro lado, nem por isso deva ser track. Talvez uma tertiary ou secondary, a examinar? Tem tag pra surface=sand se for o caso tb. Se não existe a estrada, não vai.

Offline

#41 2017-08-22 05:54:30

muralito
Member
Registered: 2012-09-04
Posts: 1,899

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

smaprs wrote:

Precisa urgente chegar a um equilíbrio.
Precisa diminuir, flexibilizar, algumas descrições que estão excessivamente amarradas. Senão vai começar a atrapalhar mais que ajudar.

+1

Qualquer decisão que tomem, a hierarquia rodoviária precisa ser coerente, tanto em um ambiente local como em todo o território, como um dos princípios a serem respeitados. Se você precisa listar as exceções para manter a consistência, essa pode ser uma maneira de fazê-lo.

Toda regra tem exceções ...

Last edited by muralito (2017-08-22 06:05:21)

Offline

#42 2017-08-22 13:18:16

smaprs
Member
From: Brazil/RS
Registered: 2017-08-10
Posts: 62

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

Interessante discussão atual sobre a questão da classificação das "highway=trunk" no mundo todo:
-forçar uma padronização física, isto é, "harmonização" (na verdade uma "homogeneização" forçada)?
-ou utilizar mais as tags propriamente "físicas" e manter uma flexibilidade?

https://lists.openstreetmap.org/piperma … 78472.html

Offline

#43 2017-08-22 14:57:22

naoliv
Moderator
From: Brasil
Registered: 2013-05-22
Posts: 239
Website

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

smaprs wrote:

Interessante discussão atual sobre a questão da classificação das "highway=trunk" no mundo todo:
-forçar uma padronização física, isto é, "harmonização" (na verdade uma "homogeneização" forçada)?
-ou utilizar mais as tags propriamente "físicas" e manter uma flexibilidade?

https://lists.openstreetmap.org/piperma … 78472.html

Dessa thread na talk temos:

In the UK it is a specific road class, with its own style of signage. So it is easily verifiable whether a road is a Trunk Road or not.

Existe uma classificação do próprio governo. Isso não existe no Brasil.

in the Netherlands an "autoweg" is usually mapped to highway=trunk. These roads are indicated by a standard sign

Existe sinalização (uma classificação, portanto) nas estradas para esse tipo de rodovia. Isso não existe no Brasil.

In the US, "trunk" is fairly well defined.  It's a road that is substantially more than a regular highway in that it has some aspects of a motorway. (...) So that means that almost all trunks are divided with multiple lanes in each direction
(...)
Trunk differs from primary mostly in physical characteristics.

Características físicas para diferenciar a rodovia.

Denmark, a trunk road needs a special sign. Those signs typically come with some rules and permissions (e.g. higher speed allowed, no pedestrians)

Existe sinalização e exigência de algumas determinadas características (maior limite de velocidade, não pode trânsito de pedestre, etc)

in Germany and Italy trunk is used for roads similar to motorways which aren't legally motorways though, e.g. with ramps and without grade level intersections, often dual carriage ways, but which might (exceptionally) permit pedestrians or bikes.

Características físicas para diferenciar a rodovia.

Ou seja, em nenhum dos países discutidos existe algo mágico chamado "importância" sem nenhum tipo de definição.
Ou a importância é dada por característica física ou por classificação do governo.

O que seria "importância" para cá, sem deixar ponta solta para que qualquer um defina "importância" da forma como bem entenderem?
Que parâmetro objetivo será utilizado no Brasil, que não seja uma "importância" indefinida?

Edit: "importância" sem definição é perigoso no OSM; cada um faz o que bem entender porque qualquer coisa pode ser importante.

Offline

#44 2017-08-22 17:08:48

naoliv
Moderator
From: Brasil
Registered: 2013-05-22
Posts: 239
Website

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

Caso essas alterações sejam concretizadas, eu gostaria que ficasse bem claro para as pessoas que forem modificar as rodovias que verifiquem os trechos antes de modificá-los (e não simplesmente substituam às cegas de primary para trunk)

A proposta diz:

Promover os trechos primary para trunk nas seguintes rodovias federais

Com uma suposição de que as vias primary estejam todas corretamente classificadas, o que nem sempre é verdade.

Para ter uma noção do tanto de vias que seriam modificadas, temos atualmente no OSM:

BR-040 com:

motorway            735616m
primary             485154m
trunk               451007m
construction         19439m
secondary             3227m
motorway_link         2323m
trunk_link            1167m
primary_link           666m
TOTAL              1698603m

BR-101:

motorway           2885974m
trunk              1932215m
primary            1233028m
construction        134501m
dummy               119478m
secondary            34708m
unclassified         29413m
primary_link         13374m
motorway_link        13139m
trunk_link            1887m
tertiary               867m
secondary_link         368m
dissused               115m
TOTAL              6399073m

BR-116:

motorway           2273677m
primary            2129731m
trunk              1441151m
motorway_link        27513m
construction         11111m
primary_link          4052m
trunk_link            3816m
secondary             2980m
tertiary              2177m
service               1424m
residential            960m
rest_area              787m
dummy                   76m
TOTAL              5899461m

BR-364:

primary            3632348m
motorway            658805m
trunk               569731m
secondary            24858m
primary_link          3399m
residential           2161m
trunk_link            1174m
motorway_link         1166m
unclassified           129m
secondary_link          53m
TOTAL              4893829m

BR-381:

motorway           1151730m
primary             596509m
trunk                59107m
motorway_link         8110m
secondary             5903m
primary_link          2220m
trunk_link            1357m
service                631m
tertiary               494m
secondary_link          62m
TOTAL              1826126m

BR-101 e BR-116 já reclassificaram vários trechos para trunk, sem esperar qualquer definição da discussão...

Todos os trechos motorway_link, trunk_link, primary_link e secondary_link podem ser considerados errados: se forem parte da rodovia não devem ser do tipo link. Se forem saídas/entradas da rodovia, não devem ter a sigla da rodovia.

Há trechos que, apesar de terem o código da rodovia, não fazem parte da rodovia de fato.

Ou seja, quem for reclassificar (quando isso acabar e se realmente for concluido que será reclassificado), por favor, verifique antes:

  • se a via é primary de fato (com acostamento)

  • se a via faz parte da rodovia

  • se o caminho está incorretamente classificado como _link

  • se os links de entrada e saída estão de acordo (para não ficar uma rodovia trunk com primary_link)

E que não simplesmente troque um valor por outro.

Offline

#45 2017-08-22 20:47:12

muralito
Member
Registered: 2012-09-04
Posts: 1,899

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

naoliv wrote:

Todos os trechos motorway_link, trunk_link, primary_link e secondary_link podem ser considerados errados: se forem parte da rodovia não devem ser do tipo link. Se forem saídas/entradas da rodovia, não devem ter a sigla da rodovia.

Além disso, supondo que haja uma relação para cada rodovia, _links devem ser membros com um role "link"

Offline

#46 2017-08-23 18:29:31

Linhares
Moderator
From: Brasilia
Registered: 2013-06-21
Posts: 260
Website

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

naoliv wrote:

(...)
Ou seja, quem for reclassificar (quando isso acabar e se realmente for concluido que será reclassificado), por favor, verifique antes:

  • se a via é primary de fato (com acostamento)

  • se a via faz parte da rodovia

  • se o caminho está incorretamente classificado como _link

  • se os links de entrada e saída estão de acordo (para não ficar uma rodovia trunk com primary_link)

E que não simplesmente troque um valor por outro.

Ok

Offline

#47 2017-08-30 19:15:22

adrianojbr
Member
Registered: 2015-02-23
Posts: 32

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

algumas páginas da wiki que possivelmente precisarão ser atualizadas, ao menos, com referência a essa votação (inclusive há definições contraditórias entre algumas delas):

https://wiki.openstreetmap.org/wiki/Pt: … rrestre.29

https://wiki.openstreetmap.org/wiki/Pt- … Rodovia.29

https://wiki.openstreetmap.org/wiki/Pt:How_to_map_a

https://wiki.openstreetmap.org/wiki/Pt: … ay%3Dtrunk

https://wiki.openstreetmap.org/wiki/Pt: … quivalence

Last edited by adrianojbr (2017-08-30 19:20:05)

Offline

#48 2017-08-31 02:38:33

naoliv
Moderator
From: Brasil
Registered: 2013-05-22
Posts: 239
Website

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

Offline

#49 2017-08-31 17:31:29

adrianojbr
Member
Registered: 2015-02-23
Posts: 32

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

ansiosamente, eu tb me antecipei e elevei a br-116 para trunk no trecho de curitiba/pr até caxias do sul/rs, sendo que nessas cidades já havia trechos classificados dessa maneira (trechos com pista dupla). então aproveitei a mudança de paradigma e fiz a ligação entre esses trechos trunk.

se acharem por bem, eu posso voltar esse trecho como estava antes (primary). de todo modo, caso o presente projeto não tenha seguimento por qualquer motivo, eu já pretendia desfazer a mudança.

Offline

#50 2017-08-31 17:35:31

naoliv
Moderator
From: Brasil
Registered: 2013-05-22
Posts: 239
Website

Re: Votação da proposta Trunk para 5 rodovias federais

Mas não é o caso só de elevar a BR da proposta.
Nos exemplos que dei está havendo elevação de outras rodovias (além dessas 5).

Offline

Board footer

Powered by FluxBB